Seja sempre bem-vindo e aproveite para visitar nossas outras páginas


Paracelsus Alquimista "O Pai da Homeopatia"

Paracelso, pseudônimo de Phillipus Aureolus Theophrastus Bombastus von Hohenheim, (Einsiedeln, 17 de dezembro de 1493 — Salzburgo, 24 de setembro de 1541) foi um médico, alquimista, físico, astrólogo e ocultista1 suíço-alemão. 
A ele também é creditado a criação do nome do elemento zinco, chamando-o de zincum.
 
Seu pseudônimo significa "superior a Celso (médico romano)". No estudo da sua biografia, facto tem sido gradualmente separado da crença, mas nenhum acordo foi alcançado no que respeita à natureza e sentido de seu ensino. Ele é considerado por muitos como um reformador do medicamento. 
Também é aclamado por suas realizações em Química e como fundador da Bioquímica e da Toxicologia.
 
Ele aparece entre cientistas e reformadores como Andreas Vesalius, Nicolau Copérnico e Georgius Agricola, e, portanto, é visto como um moderno. Por outro lado, sempre possuiu uma aura de místico e até mesmo a obscura reputação de mago.
 

Fonte: wikipedia

  • "Todos são interligados. O céu e a terra, ar e água. Todos são, uma só coisa; não quatro, e não duas, e não três, mas um. Se não estiverem juntos, há apenas uma peça incompleta."
  • All is interrelated. Heaven and earth, air and water. All are but one thing; not four, not two and not three, but one. Where they are not together, there is only an incomplete piece.
  • Paracelsus - Collected Writings Vol. I (1926) editado por Bernhard Aschner, p.  110 
  • "Só a dose faz o veneno."
  •  Dosis sola facit venenum
  •  Paracelsus, dritte defensio, 1538
  •  variação: "Todas as substâncias são venenos; não existe uma que não seja veneno. A dose certa diferencia um veneno de um remédio".
Sobre Paracelso [Resumo biográfico]
 
Olá ,
 
É impossível estudar espagiria sem conhecer Paracelso e sua obra. E é bem provável que você já tenha lido a respeito. No próprio material que compartilhamos com você, no primeiro email, há informações a respeito.
 
No entanto, para certificarmos de que não hajam lacunas em nosso estudo, apresentamos abaixo um pequeno resumo biográfico deste mestre espagirista.
 
Paracelso, cujo verdadeiro nome era Teophrastus Bombastus von Hohenheim, nasceu em 1493 - mesmo ano em que nasceu Rabelais, com quem ele partilhava inúmeros pontos - em Einsiedeln, perto de Zurique. Ele é considerado o precursos da medicina experimental e um filósofo místico dentre os maiores da Renascença europeia. Ao longo de toda a sua vida aventureira, balizava por viagens e inúmeros encontros, o médico e filósofo suíço chegou a edificar um sistema completo englobando medicina, alquimia e "magia", sendo que este último termo deve ser interpretado no sentido de filosofia mística.
 
Professor na universidade de Basileia entre 1527 e 1528, rapidamente abandonou uma carreira universitária, embora promissora, para aprimorar seus conhecimentos em peregrinações que o levariam por todas as estradas da Europa - de Estrasburgo a Estocolmo, de Lisboa a Oxford, de Montpelier a Veneza.
 
Como repetirá muitas vezes, aquilo que lhe interessa é bem menos o que se aprende nos livros do que se adquire com as experiências, retendo dos conhecimentos comuns o que pode ser provado pelo confronto com os fatos. "A arte médica deve ser encontrada não por especulação, mas por revelação inconteste (Labyrinthus medicorum errantium, 1537)."Renunciando aos livros de Avicena e de Galeno, nosso médico não hesita em percorrer as cidades e os campos para encontrar tanto pensadores mais eruditos como camponeses mais humildes. No seio desses últimos, recolhe aquilo a que hoje se chamaria "tradições populares", em que a magia ocupa um amplo espaço. Dentre essas "tradições populares", em que a magia ocupa um amplo espaço. Dentre essas tradições, ele fará cautelosa distinção entre o que é superstição e aquilo que, ao contrário, resulta de pacientes observações e de receitas comprovadas transmitidas de geração para geração. 
 
Ele deseja experimentar - ver com seus próprios olhos aquilo que pode ser útil para o seu próximo. Ajudar, aliviar, curar... Eis o que lhe importa, e tanto pior se a Faculdade não aprova suas pesquisas. Isso lhe valerá além de tudo as piores dificuldades no prosseguimento de sua carreira. "Do dom que vem de Deus procede aquilo que deve ser - aquilo que está conforme a ordem. O que se encontra fora do ensinamento dos homens é magica inventio; é perfeita, e é a mãe do conhecimento de todas as coisas ocultas da natureza."
 
"A magia celeste não é uma arte; ela é o efeito do poder divino."
- Paracelso
 
Assim, Paracelso não se satisfaz com a erudição. Ele não trata das obras de seus contemporâneos e predecessores célebres, como Pico della Mirandola, Alberto o Grande ou Heinrich Cornelius Agrippa, embora as conheça. Ele prefere nutrir sua reflexão pessoal com aquilo que aprende nas suas peregrinações e com isto beneficiar o maior número de pessoas publicando suas diversas obras numa língua comum, ao passo que era o latim a língua de uso em toda a produção escrita da época.
 
No fim de sua curta vida (Paracelso morre com 48 anos), se distancia pouco a pouco de suas pesquisas médicas e químicas para se consagrar quase exclusivamente a reflexões filosóficas e a experiências místicas. É um homem de fé, de profunda crença, mas só adere com reticências ao credo de sua época. Quando fala de Deus, refere-se à Inteligência Universal e iluminadora, muito mais do que à imagem teológica do Deus dos cristãos: "Quanto à fé, convém fazer distinções. Não se trata da fé no Cristo, da fé que torna feliz; trata-se da fé inata que temos em Deus, o Pai. 
 
Não falamos aqui da fé que procura a salvação, mas de uma fé de que não foi tratado até agora, pois a fé no Cristo parte dele e retorna a ele (As doenças invisíveis, IX, 267)." Desnecessário dizer que os teólogos não gostaram muito do procedimento empírico de Paracelso...
 
Esperamos que o presente estudo tenha proporcionado inspiração e entusiasmo em sua busca...
 
Fraterno abraço!
Daniel Fidélis ::
Alquimia Operativa
Copyright © 2016 Alquimia Operativa, Todos os direitos reservados


Contato

PortalSaúde6